O moçambicano Chiquinho Conde vai deixar o comando técnico dos sub-23 do Vitória de Setúbal, após dois anos no cargo, anunciou hoje o clube, nono classificado da Liga Revelação quando foi interrompida devido à pandemia de covid-19.

“O Vitória informa que o treinador Chiquinho Conde não continuará no comando da equipa de sub-23 após o término do vínculo de duas épocas, celebrado em 2018, no arranque do projeto”, lê-se no comunicado do emblema sadino.

O antigo avançado, de 54 anos, foi internacional pelos ‘mambas’, alinhou em clubes como Belenenses, Sporting e Vitória de Setúbal, clube no qual teve a primeira experiência como treinador em Portugal, depois de orientar vários emblemas moçambicanos, casos de Maxaquene, Desportivo de Maputo, Ferroviário, Vilankulo, Maxaquene e União Desportiva do Songo, além da seleção, em 2010.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.