Luís Nazaré mantém o tom crítico do discurso do Benfica relativamente à arbitragem na Liga portuguesa, depois da tomada de posição de segunda-feira, onde o clube da Luz apelou aos seus sócios para boicotarem os jogos fora de casa.

"O Benfica só quer árbitros imparciais, que decidam de forma justa – havendo uma tolerância ao erro, pois somos todos humanos -, mas que não demonstrem a parcialidade e falta de isenção de que o Benfica foi objecto nestas quatro jornadas, designadamente na primeira [derrota com a Académica] e na última, com o V. Guimarães", disse o presidente da Mesa da Assembleia Geral do Benfica.

Em declarações à TSF, Luís Nazaré recusou a ideia de que os encarnados estão a pressionar o árbitro do derby com o Sporting, cuja arbitragem foi hoje entregue a Carlos Xistra.

"O Benfica não coloca pressão em ninguém, só quer verdade desportiva. Já basta ter sido prejudicado da maneira que foi nas quatro primeiras jornadas. Temos, no mínimo, seis pontos a menos do que devíamos ter se tivesse havido isenção e decência", concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.