Em comunicado divulgado no sítio oficial do Beira-Mar, a Comissão Administrativa (CA) manifestou "desilusão pelo não aparecimento de qualquer lista candidata ao acto eleitoral, que estava marcado para o dia 19 de Setembro".

"Reduzimos ao máximo os custos associados à actividade do clube, assumimos uma postura negocial face aos credores que prestaram os seus serviços à instituição, tendo sido amortizados cerca de um milhão de euros de compromissos herdados da anterior gestão", pode ler-se no documento.

A CA aveirense queixa-se da postura dos ex-dirigentes e da morosidade no cumprimento do protocolo com a Câmara Municipal de Aveiro, "o que levou o presidente da Comissão Administrativa a financiar o clube durante esse período".

Apesar das dificuldades encontradas, a CA garante que "os salários estão em dia", mas lamenta "o aproveitamento da débil situação do clube como arma de arremesso político-partidária".

O comunicado termina com um apelo para que se possa formar uma lista para assumir a direcção do clube, sendo que a Comissão Administrativa se apresenta disponível para colaborar com esse projecto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.