Com a época prestes a dar o pontapé de saída, o Sporting surge com francas ambições para a temporada de 22/23. Campeões nacionais em 20/21, os verdes e brancos procuram recuperar o cetro, depois de terem ficado em segundo lugar no campeonato na temporada passada e conquistado a Taça da Liga. Rúben Amorim parte para a terceira temporada completa à frente do clube verde e branco, depois de ter assumido os verdes e brancos em março de 2020.

Em relação ao defeso, a política leonina tem-se centrado, desde que Rúben Amorim assumiu o comando técnico, na aposta na formação e na contratação de jogadores de indiscutível qualidade que possam alavancar o nível de jogo e ajudar também as 'pérolas' da formação a crescer. Um dos casos mais paradigmáticos foi o de Pablo Sarabia. Chegou ao Sporting depois de ter sido cedido pelo PSG e acabou por ser uma peça fulcral na temporada que os leões realizaram em 21/22.

O Sporting quer contratar de forma assertiva e para já a política de contratações nos últimos anos tem dado bastantes frutos. Talvez o maior exemplo seja o de Pedro Gonçalves (Famalicão) que se sagrou melhor marcador do campeonato logo na primeira temporada. Ainda o caso de Nuno Santos: O jogador contratado ao Rio Ave conferiu uma nova impetuosidade ao leão de Amorim, e Paulinho (vindo do SC Braga) foi decisivo no ano de título do Sporting. Marcus Edwards, contratado ao V. Guimarães em janeiro, procura ainda cimentar a sua posição no competitivo plantel leonino. Uma das tendências tem sido a prospeção no mercado nacional, uma aposta que tem apresentado resultados e que o Sporting também deu continuidade esta época.

Reforços

Numa das novelas do defeso, o Sporting acabou por garantir o médio do Santa Clara Hidemasa Morita. O jogador japonês de 27 anos chegou ao clube verde e branco por uma verba a rondar os 3,8 milhões de euros, contrato até 2026, e com uma cláusula de 45 milhões de euros. Nas duas temporadas nos Açores, Morita somou 59 jogos, quatro golos e três assistências.

Também no campeonato português e depois de terem levado Marcus Edwards ainda recentemente do território dos Conquistadores, os leões foram novamente beber à fonte da cidade berço para contratarem o extremo Rochinha. Depois de quatro temporadas no clube vimaranense, o dianteiro chega como mais uma alternativa ao ataque leonino. O negócio ficou fechado por um valor a rondar os dois milhões de euros.

Ainda assim, os verdes e brancos não deixaram de olhar para o mercado europeu. O Sporting assegurou a contratação de Jeremiah St. Juste, aquele que foi o primeiro reforço dos verdes e brancos esta temporada. O central natural dos Países Baixos assinou contrato válido até 2026 e ficou com uma cláusula de rescisão de 45 milhões de euros. O defesa de 25 anos chegou proveniente do Mainz, a troco de 9,5 milhões de euros.

Em destaque naturalmente está também a contratação do extremo Francisco Trincão. O promissor internacional português chegou cedido pelo Barcelona, com os leões a ficarem com opção de compra obrigatória. Será com Amorim, o técnico (ainda nos tempos do SC Braga) que o colocou na ribalta e potenciou a sua transferência para o gigante catalão, que Trincão quererá voltar ao trilho da consistência, confirmando assim o talento que se lhe reconhece.

Os leões asseguraram também a contratação do guardião Franco Israel. O guarda-redes de 23 anos chegou da Juventus, emblema onde foi titular na equipa de sub-23, tendo participado em 38 jogos e somado presenças, enquanto suplente na equipa principal da vecchia signora.

Saídas ou quem poderá sair

Como sempre, em todos os planteis, há jogadores excedentários e dada a necessidade dos clubes em encurtarem os grupos de trabalho antes do início da temporada, haverá jogadores que vão certamente deixar o clube verdes e branco até ao início da temporada ou até ao fecho do mercado de transferências.

Excedentários 

Geny Catano será um dos jogadores a ser cedido durante este mercado de transferências. Esteve emprestado ao Vitória de Guimarães na segunda parte da temporada, acabando por somar 10 jogos e três assistências. O extremo moçambicano será cedido ao Marítimo na próxima temporada, tentando somar assim mais minutos na principal competição em Portugal.

Rúben Vinagre

Foi um jogador que o Sporting apostou todas as fichas, ainda assim, Rúben Vinagre não foi aposta constante na equipa de Amorim em 20/21 - somando apenas 18 jogos e duas assistências. O jogador de 23 anos acabou por rumar ao Everton. Esta será a segunda aventura do lateral de 23 anos no principal campeonato inglês, depois de ter vestido as ‘cores’ do Wolverhampton entre 2017 e 2020.

Battaglia

Cedido nas últimas duas temporadas, ao Maiorca e Alavés, o caminho de Rodrigo Battaglia passará pela saída a título definitivo. Com mais um ano de contrato pelos verdes e brancos, o argentino e o Sporting acertaram a rescisão e o médio de 31 anos fica assim livre para assinar pelo emblema balear.

Islam Slimani

Contrato em janeiro, o regresso do argelino fez crescer o entusiasmado entre as hostes leoninas. O início até correu de feição com o dianteiro a somar golos e participações importantes pelo Sporting. Porém, um caso disciplinar colocou-a à parte da equipa e a saída é o destino mais do que provável para um dos jogadores que foi um dos mais queridos da massa associativa.

Eduardo Quaresma

Cedido na temporada passada ao Tondela, Eduardo Quaresma deverá ser novamente cedido para que volte a ganhar experiência em competição. O central de 20 anos vai abraçar o desafio da Bundesliga no Hoffenheim.

Eduardo Henrique

O médio contratado ao Paranaense esteve emprestado em 20/21 ao Crotone (Itália) e na temporada passada ao Al Raed da Arábia Saúdita. O caminho passará pela saída, por uma nova cedência ou por saída a título definitivo. Em 19/20, ainda somou 22 jogos pelo Sporting, mas saiu rapidamente dos radares do clube verde e branco.

Idrissa Doumbia

O costa marfinense chegou ao Sporting em 2018/19, somou 49 jogos pelo Sporting, mas saiu para Espanha em 20/21 para representar o Huesca. Na temporada passada esteve cedido ao Zulte Waregem da Bélgica.

Renan Ribeiro

Sem espaço no Sporting, Renan Ribeiro acabou por ser oficializado no Al-Ahli, da Arábia Saudita. O guarda-redes brasileiro assinou contrato até 2023 e deixa assim o Sporting em definitivo, ao fim de quatro épocas.

Andraz Sporar

O dianteiro esloveno tem contrato com os leões até 2025 e o futuro passará por novo empréstimo. Está em cima da mesa a continuidade no Middlesbrough, emblema a que esteve emprestado na temporada passada. Em 21/22 somou 37 jogos, oito golos e duas assistências.

Jovane Cabral

Cedido à Lázio na temporada passada, Jovane Cabral ainda não tem o futuro definido no que diz respeito ao futuro. Fala-se na possibilidade do dianteiro deixar o clube para representar o Besitkas e ingressar assim na Liga turca.

A nível de saídas, a mais mediática foi até ao momento a de João Palhinha. O médio leonino que era uma das batutas no miolo verde-e-branco deixou o Sporting em troca do sonho de jogar na Premier League. O internacional português juntou-se ao Fulham orientado pelo português Marco Silva, num negócio que pode chegar aos 22 milhões de euros. O jogador, nas últimas duas temporadas, somou 77 jogos pelo Sporting e cinco golos marcados e foi um dos esteios da equipa campeã nacional em 2020/21.

No que diz respeito às permanências, os verdes e brancos estão a fazer de tudo para manter Matheus Nunes, aquele que é o jogador com mais mercado de todo o plantel leonino. O jogador teve a possibilidade de sair para Inglaterra mas terá recusado essa possibilidade, rejeitando a opção Wolverhampton. De acordo com alguns rumores, o médio está a ser seguido atentamente pelos gigantes Real Madrid e Barcelona, mas a intenção será a de blindar Matheus Nunes pelo menos durante mais uma temporada. Na época passada, o médio somou 50 jogos, quatro golos e cinco assistências ao serviço do Sporting.

O central Gonçalo Inácio é outro dos jogadores com mercado e já foi noticiado o alegado interesse do PSG na sua contratação, mas para já não haverá nada em cima da mesa. Alegadamente o Sporting terá recebido uma oferta de 30 milhões de euros pelo jogador. Gonçalo Inácio, de 20 anos, tem contrato com o Sporting até junho de 2026 e uma cláusula de rescisão fixada nos 45 milhões de euros. Pela equipa principal do Sporting, o jovem defesa central somou 70 partidas, sete golos e quatro troféus.

No que diz respeito aos jogos realizados na pré-temporada, os verdes e brancos realizaram 11 até ao momento. A equipa de Rúben Amorim somou quatro vitórias, cinco empates e e duas derrotas. Nos testes mais exigentes da temporada, o Sporting empatou com o Union St. Gilloise (1-1), venceu a Roma de José Mourinho ainda no Algarve (3-2), empatou com o Villarreal (1-1) e somou um empate no troféu cinco violinos frente ao Sevilha, embora os andaluzes tenham vencido depois o encontro nos penalties (5-6). No último encontro da pré-temporada, os leões defrontaram o Wolverhampton no Algarve, e empataram a uma bola (1-1).

Veja aqui os resultados da pré-época

Sporting 2-1 Sporting B (29 de junho)
Sporting 1-1 Casa Pia (4 de julho)
Sporting 1-0 Vilafranquense (4 de julho)
Sporting 4-0 Estoril (9 de julho)
Sporting 2-0 BSAD (9 de julho)
Sporting 1-1 Union St. Gilloise (13 de julho)
Sporting 1-1 Villarreal (14 de julho)
Sporting 3-2 Roma (19 de julho)
Sporting 0-2 Portimonense (20 de julho)
Sporting 1-1 (5-6 penáltis) Sevilha (24 de julho)
Sporting 1-1 Wolverhampton (30 de julho)

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.