O empate a zeros do FC Porto no D. Afonso Henriques deixou o Benfica a apenas três pontos da liderança. Sérgio Conceição diz não estar preocupado nem com mais pressão por a vantagem na liderança ter caído dos cinco para os três pontos.

"Mais pressão? Estou é com mais azia. Estamos com mais três pontos, perdemos dois na semana passada mas temos de saber lidar com isso, de forma tranquila, de termos a consciência que perdemos dois pontos mas fizemos mais do que suficiente para ganhar. Se jogarmos sempre assim, vamos ganhar muitos jogos e os necessários para sermos campeões. Mas há jogos assim, no Bessa, por exemplo, criamos menos oportunidades e ganhamos por 1-0. O futebol também é isso e tem a ver com isso", frisou o técnico, na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Portimonense.

Questionado por um jornalista brasileiro sobre os dez jogadores daquele país que fazem parte do plantel, Conceição frisou que não olha a nacionalidades na hora de escolher os jogadores. O que lhe interessa é a qualidade. No entanto, o treinador dos azuis-e-brancos frisa que os brasileiros que têm são diferentes dos tradicionais.

"Nem sabia que havia tantos brasileiros no nosso plantel. Mas eu não vejo a cor da pele ou nacionalidade, se gosta de ver filmes ou jogar na playstation. Vejo o jogador naquilo que ele é, como pessoa, com caráter, com personalidade. Depois se é brasileiro, africano, português... não me interessa. Mas os brasileiros que nós temos não são tipicamente brasileiros, são diferentes da escola brasileira. Mas eu não diferencio o jogador pela nacionalidade, quero é bons jogadores", frisou.

O técnico ainda foi questionado sobre a decisão da UEFA em manter o castigo de um jogo a Jesús Corona, depois de o brasileiro ter cumprido a suspensão na última ronda da fase de grupos, frente ao Galarasaray. O organismo que rege o futebol europeu entendeu que o mexicano forçou o amarelo na 5.ª ronda frente ao Schalke04, pelo que resolveu manter o castigo, que será cumprido na próxima terça-feira, na primeira-mão dos oitavos-de-final da 'Champions'.

"Eles lêem os pensamentos dos jogadores. Mas o que me importa é que Corona está pronto para amanhã, a seu tempo falaremos dessa situação. Confirmo que está fora do jogo com a Roma mas importa é estar pronto para amanhã. O nosso 'Champions' é amanhã", concluiu.

O Moreirense-FC Porto, da 21.ª jornada da I Liga, está marcado para às 20h30 desta sexta-feira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.