Depois dos triunfos na Luz (2-0) e em Alvalade (2-1) na primeira volta, e de uma crucial vitória na receção aos ‘encarnados’ (3-2) a abrir a segunda, os novos campeões nacionais bateram hoje em casa o ‘imbatível’ Sporting de Rúben Amorim por 2-0.

Especial Campeão 2019/2020: saiba tudo sobre o título do FC Porto

O Benfica, de Jimmy Hagan, tinha sido o primeiro a conseguir este feito, o FC Porto, de José Mourinho, replicou-o, 31 anos depois, e, volvidas 17 épocas, foi a vez dos comandados por Sérgio Conceição ‘arrasarem’ no campeonato entre ‘grandes’.

Na primeira volta, o FC Porto venceu os dois jogos em Lisboa, por 2-0 na Luz, com tentos de Zé Luís (22 minutos) e Marega (86), e por 2-1 em Alvalade, com novo tento do maliano (06) e um de Soares (73), contra um de Acuña (44).

A terceira vitória aconteceu no Dragão, onde o Benfica, mesmo com um ‘bis’ de Vinícius (18 e 50 minutos), não evitou um desaire por 3-2, selado com tentos de Sérgio Oliveira (10), Alex Telles (38, de penálti) e Vlachodimos (44, na própria baliza).

Este encontro foi determinante nas contas do ‘onze’ de Sérgio Conceição, pois, perdendo, o FC Porto ficaria, então, a 10 pontos do líder Benfica e, praticamente, sem hipóteses de chegar ao segundo cetro em três anos.

Hoje, o encontro voltou a ser decisivo, não porque a vitória na prova ainda estivesse em discussão, mas pelo facto de valer, matematicamente, o 29.º título. O empate até era suficiente, mas os ‘dragões’ conseguiram vencer.

Um golo de Danilo Pereira, aos 64 minutos, o 16.º de cabeça e o 13.º na sequência de um canto dos portistas na prova, e um tento do maliano Marega, aos 90+1, selaram o segundo pleno dos ‘dragões’, depois do conseguido por José Mourinho.

Em 2002/03, na primeira época completa de ‘Mou’ nos ‘azuis e brancos’, após ter entrado a meio de 2001/02, o FC Porto também fechou, então já campeão, o pleno com um triunfo na receção ao Sporting, vencendo por 2-0, com golos de Hélder Postiga e Maniche.

A série começou nas Antas, perante o Benfica, com um triunfo por 2-1, com um autogolo de Éder e um tento de Deco, após Tiago adiantar os ‘encarnados’, e, prosseguiu com vitórias por 1-0 em Alvalade (marcou Costinha) e na Luz (Deco).

O FC Porto acabou o respetivo campeonato com 11 pontos de avanço sobre o Benfica, segundo, e 27 face ao Sporting, terceiro, e arrebatou ainda a Taça UEFA (3-2 após prolongamento ao Celtic, na final) e a Taça de Portugal (1-0 à União de Leiria).

O primeiro pleno entre os ‘grandes’, e único do Benfica, foi conseguido em 1971/72 e começou nas Antas, com um triunfo por 3-1, logo na ronda inaugural, com um ‘bis’ de Eusébio e um tento de Artur Jorge, na segunda parte, depois de Abel marcar na primeira.

Em Alvalade, à 14.ª ronda, os ‘encarnados’ foram ainda mais convincentes, vencendo por claros 3-0, com golos de Eusébio, mais um, Rui Rodrigues e Nené. Na segunda volta, as vitórias caseiras foram tangenciais, com António Simões a selar o 1-0 face ao FC Porto e Eusébio a ‘bisar’ face ao Sporting, derrotado por 2-1.

O pleno de triunfos do Benfica estendeu-se à Taça de Portugal, já que o ‘onze’ de Jimmy Hagan goleou em casa o FC Porto nas ‘meias’, por um implacável 6-0, para, na final, no Jamor, bater o Sporting por 3-2, graças a um ‘hat-trick’ do ‘rei’.

Eusébio decidiu sobre o final do prolongamento, aos 118 minutos, selando um perfeito 6-0 do Benfica nos embates entre ‘grandes’, com 18 golos marcados - oito do ‘pantera negra’, que acabou a época com 27 - e quatro sofridos.

Por seu lado, o Sporting acabou cinco campeonatos invicto entre os ‘grandes’ – contra 20 do FC Porto e 13 do Benfica -, mas nunca ganhou os quatro jogos na mesma época, tendo como melhor três triunfos e um empate, em 1952/53 e 1969/70.

Quanto ao FC Porto, ainda jogará o pleno na época, face ao Benfica, na final da Taça de Portugal, em 01 de agosto, num ‘deserto’ Estádio Cidade de Coimbra em Coimbra.

- Os plenos de triunfos entre os 'grandes' numa época:

FC Porto 2019/20 (Sérgio Conceição)

Data Prova Adversário

15/07 LP/32 Sporting (C), 2-0 (Danilo 64, Marega 90+1)

08/02 LP/20 Benfica (C), 3-2 (Sérgio Oliveira 10, Alex Telles 38gp, Vlachodimos 44pb/ Vinícius 18, 50)

05/01 LP/15 Sporting (F), 2-1 (Marega 06, Soares 73/ Acuña 44)

24/08 LP/3 Benfica (F), 2-0 (Zé Luís 22, Marega 86)

FC Porto 2002/03 (José Mourinho)

01/06 LP/34 Sporting (C), 2-0 (Hélder Postiga 36, Maniche 78)

04/03 LP/24 Benfica (F), 1-0 (Deco 36)

11/01 LP/17 Sporting (F), 1-0 (Costinha 04)

20/10 LP/7 Benfica (C), 2-1 (Éder 20pb, Deco 72/ Tiago 03)

Benfica 1971/72 (Jimmy Hagan)

04/06 TP/F Sporting (N), 3-2 (Eusébio 19, 70, 118/ Peres 51gp, Dinis 61)

21/05 LP/29 Sporting (C), 2-1 (Eusébio 01, 29/ Yazalde 56)

30/04 TP/MF FC Porto (C), 6-0 (Vítor Baptista 23, 72, Artur Jorge 46, Nené 49, 57, Valdemar 70pb)

21/01 LP/16 FC Porto (C), 1-0 (Simões 60)

02/01 LP/14 Sporting (F), 3-0 (Eusébio 51, Rui Rodrigues 57, Nené 84)

12/09 LP/1 FC Porto (F), 3-1 (Abel 24/ Eusébio 49, 52, Artur Jorge 86)

Especial Campeão 2019/2020: saiba tudo sobre o título do FC Porto

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.