O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol absolveu João Capela por causa de um erro do árbitro na elaboração do relatório do jogo entre Tondela e Sporting, avança o jornal Record.

Recorde-se que João Capela expulsou Murilo no final do jogo com os 'leões' e justificou o cartão vermelho ao avançado brasileiro por alegados insultos do jogador do Tondela, escrevendo no relatório que tinha sido insultado pelo atleta em castelhano, garantindo que Murilo tinha tido: "És uma vergonha. Hijo de p...".

O problema é que Murilo não é espanhol e a direção do Tondela garantiu que o brasileiro nem seque fala castelhano, uma situação que levou à abertura de um processo disciplinar.

Ora, segundo veicula o jornal Record, a secção profissional do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol ordenou o arquivamento do processo, "por inexistência de indícios da prática de qualquer infração disciplinar".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.