O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) decidiu instaurar esta quinta-feria um processo disciplinar a Brahimi, após a queixa apresentada pelo Benfica contra o argelino, na sequência do apertão do avançado a Niltinho, durante a goleada dos portistas ao Desportivo de Chaves. O CD entendeu existir matéria para análise e instaurou o tal processo

Esta decisão do organismo liderado por José Manuel Meirim surge depois da Comissão de Instrutores (CI) da Liga ter recomendado o arquivamento da queixa.

Através de um comunicado publicado no site da FPF, o Conselho de Disciplina, sem mencionar o nome de Brahimi, revela que o processo correrá os seus trâmites normais, com audição de testemunhas. Isto significa que Brahimi estará disponível para o encontro de domingo dos dragões com o Belenenses, mas poderá ser castigado.

Recorde-se que na tarde desta quinta-feira, Varandas Fernandes, vice-presidente do Benfica, contestou o arquivamento da queixa por parte da Comissão de Instrutores da Liga, sublinhando que o clube "não se vai calar".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.