Carlos Pereira, presidente do Marítimo, considerou hoje que "o relatório e contas dos clubes ou da Liga são sempre alvo de preocupação", antes da Assembleia Geral extraordinária da Liga de Clubes de Futebol Profissional (LPFP).

Entre os vários temas em agenda na reunião de Santa Maria da Feira os dirigentes irão debater a apreciação, discussão e deliberação sobre os relatórios e contas relativos às épocas desportivas 2012-2013 e 2013-2014 e respetivos pareceres do conselho fiscal.

"O relatório e contas dos clubes ou da Liga são sempre alvo de preocupação, sobretudo para pensarmos como iremos pagar se alguma coisa no futuro correr menos bem", disse Carlos Pereira.

O líder do Marítimo considerou que os clubes "têm de pensar em conjunto, para melhorar a qualidade do futebol português".

"Cada vez mais o tecido empresarial tem dificuldades e temos de pensar que as competições não se fazem sem receitas", completou o dirigente.

Confrontado com as dificuldades financeiras que enumerou, e os gastos de alguns clubes esta época, nomeadamente Sporting e FC Porto, o presidente do Marítimo, contornou a questão.

"Cada um deles analisará a sua situação. Mas sabemos que os nomes trazem receitas, e na competição a imagem também conta. Mas não nos devemos preocupar com os outros", concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.