O treinador do Vitória de Setúbal, José Couceiro, disse hoje querer ter o mesmo desempenho da final da Taça da Liga frente ao Desportivo de Chaves, em partida da 20.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

"Queremos ter em Chaves uma prestação idêntica à que tivemos na final da Taça da Liga [frente ao Sporting]. Trata-se de uma excelente equipa, muito bem orientada e está, ao contrário de nós, numa posição cómoda. Também devíamos estar, mas, infelizmente, não estamos. Vamos encontrar uma equipa forte que vai querer consolidar a sua posição", disse em conferência de imprensa.

O técnico não esconde que a sobrecarga de jogos, entre eles a meia-final de terça-feira com a Oliveirense (2-09 e a final de sábado com o Sporting (derrota 5-4 nos penáltis, após 1-1 nos 90 minutos), ambas em Braga, e as longas distâncias percorridas pela sua equipa nas últimas semanas, pode afetar os jogadores.

"Estes dias foram muito agitados. A equipa chegou domingo às 05:30 a Setúbal, além do jogo, foi uma noitada. O período de recuperação foi muito curto e vamos ver que consequências terá na parte final do jogo em Chaves. Por outro lado, saiu o Gonçalo Paciência, algo que não estávamos à espera que acontecesse", disse em alusão ao regresso do avançado ao FC Porto.

A propósito de Gonçalo Paciência, José Couceiro dá conta da evolução de um atleta que sempre foi pretendido pelo Vitória.

"Em finais de julho ninguém tinha interesse em ficar com o Gonçalo. Tivemos nós desde o início e sempre o dissemos. Na altura, o jogador não tinha colocação. Esta é uma situação que não é boa para nós, só ficamos felizes pelo Gonçalo e pela evolução e comportamento que teve", referiu.

Garantindo que "o grupo estar a reagir bem" a esta saída, o ‘resgate’ do melhor marcador da equipa (11 golos) ao clube de origem vai permitir a entrada de Edinho no onze titular.

"Vai jogar o Edinho. Tínhamos dois pontas-de-lança e agora só temos o Edinho. Vai chegar alguém para nos poder ajudar", revelou o treinador que já pode contar com o reforço Nuno Reis (ex-Panathinaikos, Grécia).

De fora das opções vão estar os médios André Pedrosa (castigado), Nenê Bonilha e Costinha e o avançado Yannick Djaló (lesionados). O defesa Yohan Tavares, ex-Bangkok United (aguarda chegada de certificado internacional), está em dúvida. Wallyson, médio cedido pelo Sporting, está ainda em processo de recuperação de lesão.

Na quarta-feira, o Desportivo de Chaves, sétimo classificado da I Liga de futebol, com 26 pontos, recebe o Vitória de Setúbal, 17.º, com 14, no Estádio Municipal Manuel Branco Teixeira, em Chaves, pelas 19:00 horas, em jogo da 20.ª jornada da I Liga de futebol.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.