O treinador do Vitória de Setúbal, José Couceiro, assumiu hoje a ambição de iniciar a I Liga de futebol a conquistar os três pontos na receção ao Moreirense, no domingo, no jogo da primeira jornada.

Em conferência de imprensa, o técnico frisou que o encontro tem uma importância acrescida por se tratar de um adversário direto na luta pela permanência.

"No campeonato, as equipas partem com o objetivo comum e o jogo ganha maior importância por ser o primeiro, querermos entrar a ganhar e temos objetivos idênticos. Este é um jogo de seis pontos. Os que nós temos de fazer e os três que o adversário não pode fazer", disse.

José Couceiro antevê dificuldades diante do conjunto de Moreira de Cónegos, que tem agora Manuel Machado como treinador.

"O Moreirense mudou muito, incluindo na liderança técnica. Mudou também muitos jogadores. Espero um adversário que sabe que, a jogar fora de casa, o relógio não joga contra eles", analisou.

O treinador admitiu que o facto de a sua equipa se ter estreado oficialmente na nova época há uma semana, no jogo da Taça da Liga com o Tondela (triunfo 1-0) contribuiu para esbater a ansiedade.

"É normal todas as equipas acusarem algum nervosismo. Já termos tido um jogo antes ajuda, apesar de este ser diferente. Antes foi uma final. Amanhã (no domingo) espero que se note menos isso. É um jogo do campeonato e espero que a equipa tenha uma resposta mais estável a nível emocional", referiu.

José Couceiro convocou 20 jogadores para o confronto com o Moreirense, entre eles o médio Nenê Bonilha e o avançado Gonçalo Paciência.

A partida de domingo, agendada para 20:15, no Estádio do Bonfim, em Setúbal, será dirigida pelo árbitro Gonçalo Martins, da associação de Vila Real.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.