Os testes serológicos realizados, na segunda-feira, aos jogadores, equipa técnica, ‘staff’ e colaboradores do Tondela deram negativos, adianta hoje um comunicado da SAD do clube da I Liga de futebol.

“Na sequência dos exames serológicos realizados na segunda-feira ao SARS-CoV-2 a todos os jogadores, treinadores e ‘staff’, o Tondela vem por este meio comunicar que os resultados foram negativos”, assume o documento.

O diretor clínico do clube, Eduardo Mendes, explicava no dia dos exames que aquele “teste de imunidade é baseado no sangue” e dá “uma ideia se houve ou não contacto com o vírus, mas não identifica o vírus” que provoca a COVID-19.

A equipa regressou aos treinos na terça-feira e, até ao fim de semana, vai permanecer em treinos individualizados, para depois começar a fazer treinos conjuntos que “já permitirão alguma proximidade”.

“Quanto aos exames PCR por colheita nasofaríngea e orofaringe, tal como anunciado pelo nosso diretor clínico, Dr. Eduardo Mendes, os mesmos vão ser efetuados antes do início dos treinos de grupo”, esclarece o comunicado da SAD.

Eduardo Mendes já tinha deixado a garantia de que, entre os treinos individuais e os conjuntos, “possivelmente no sábado”, irão ser “feitos os testes PCR, mas será mantido o rigor das medidas de distanciamento social, do uso de máscara nas instalações, circuitos independentes e lavagem frequente das mãos”.

A I Liga foi suspensa em março, antes da 25ª jornada, devido à pandemia de COVID-19 e, em 30 de abril, o primeiro-ministro, António Costa, anunciou o regresso do campeonato no último fim de semana de maio.

Após a suspensão, os jogadores seguiram um plano de treinos do clube a partir de casa e, em 10 de abril, iniciaram um período de férias em confinamento social, com um abrandamento ao exercício que fizeram nas três semanas anteriores, regressando na terça-feira aos treinos no complexo do clube.

“Não há experiência de uma situação destas, porque não foi estarmos só parados, foi estarmos metidos em casa e, portanto, temos de nos preparar não para uma época de 38 ou 34 jornadas, mas para 10 jogos e 10 jogos decisivos”, disse o treinador no final do primeiro dia de treinos.

Natxo González admitiu que agora o plantel tem de se “preparar de uma forma progressiva, porque foi muito tempo” parado e, “nem tão pouco” a equipa “pode dormir” e “há que tentar pôr o corpo bem o quanto antes”.

Aquando da suspensão do campeonato da I Liga de futebol, o Tondela, 14.º classificado, com 25 pontos, preparava-se para ir ao Estádio da Luz enfrentar o segundo classificado, Benfica, com 59 pontos.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de COVID-19 já provocou mais de 257 mil mortos e infetou quase 3,7 milhões de pessoas em 195 países e territórios. Mais de um 1,1 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.089 pessoas das 26.182 confirmadas como infetadas, e há 2.076 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.