Os futebolistas, equipa técnica e outros funcionários do Gil Vicente testaram negativo na sétima bateria de despistagem à COVID-19, realizada na véspera da receção ao Famalicão, anunciou hoje o 10.º classificado da I Liga.

“Os testes de rastreio realizados ao plantel e 'staff' à COVID-19 24 horas antes do jogo desta noite deram todos negativos”, lê-se numa nota publicada nas redes sociais dos minhotos, que perderam na quarta-feira no terreno do Portimonense (1-0), numa partida da 25.ª jornada, que assinalou a retoma do campeonato, após quase três meses de paragem.

Para o dérbi minhoto, o treinador Vítor Oliveira voltará a contar com o avançado brasileiro Lourency, que estava castigado, ao contrário do médio luso-francês Claude Gonçalves, suspenso por ter completado uma série de cinco cartões amarelos diante dos algarvios, enquanto o defesa brasileiro Rodrigo juntou-se a Fernando Fonseca no boletim clínico.

O Gil Vicente, 10.º colocado, com 30 pontos, recebe hoje o Famalicão, quinto, com 40, às 21:00, no Estádio Cidade de Barcelos, no duelo inaugural da 26.ª jornada, que será arbitrado por Hélder Malheiro, da associação de Lisboa, e vai estrear a realização de cinco substituições e a inscrição de nove suplentes nos remanescentes jogos da I Liga.

A Assembleia-Geral da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) aprovou a alteração temporária do Regulamento de Competições, adotando uma norma autorizada pela FIFA em 08 de maio, após a concordância do Internacional Board (IFAB).

A pandemia de COVID-19 já provocou mais de 406 mil mortos e infetou mais de 7,1 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.492 pessoas das 35.306 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.