O presidente do Moreirense recuperou da reinfeção pelo novo coronavírus, que provoca a covid-19, quatro meses depois do primeiro registo infecioso, confirmou à Lusa fonte do clube da I Liga de futebol.

Vítor Magalhães, de 69 anos, conheceu o resultado do teste positivo numa bateria de despistagem realizada em 28 de fevereiro e entrou em isolamento, na véspera do empate caseiro dos ‘cónegos’ com o Belenenses SAD (2-2), em jogo da 21.ª jornada.

O dirigente esteve sempre assintomático e terminou o isolamento ao fim de 10 dias, tal como em novembro de 2020, quando um surto de covid-19 originou 30 casos de infeção na estrutura do Moreirense e levou à suspensão dos treinos durante semana e meia.

Nesse lote constavam os médios Gonçalo Franco, que voltou a ter um teste positivo em 03 de fevereiro e regressou aos treinos 12 dias depois, e David Tavares, na altura emprestado pelo Benfica, depois de já ter estado infetado entre maio e junho de 2020.​​​​​​​

O Moreirense, sétimo, com 29 pontos, recebe o Rio Ave, nono, com 25, no domingo, às 15:00, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos, num encontro da 23.ª jornada, com arbitragem de Fábio Melo, da associação do Porto.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.630.768 mortos no mundo, resultantes de mais de 118,5 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.635 pessoas dos 812.575 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto