O Rio Ave, da I Liga portuguesa de futebol, decidiu hoje cancelar a realização da assembleia geral do clube, que estava agendada para este domingo, devido "ao agravamento no número de casos ativos de COVID-19, em Vila do Conde".

A assembleia ia realizar-se ao ar livre, no estádio dos Arcos, mas depois de consultada a autoridade local de saúde, o emblema da foz do Ave apostou na prevenção, e decidiu cancelar o evento, explicando os motivos.

"Por se tratar de um evento, que embora previsto decorrer ao ar livre, proporciona uma aglomeração de associados e dirigentes e por ser de todo impossível garantir todas as medidas e cuidados da parte dos intervenientes, foi decidido cancelá-lo por uma questão de responsabilidade social e de saúde pública", pode ler-se num comunicado divulgado pelo emblema vila-condense.

O Rio Ave ainda não definiu uma nova para a realização da assembleia geral, que ia debater o orçamento para a nova temporada, explicando que "será anunciada posteriormente".

Na quarta-feira, a presidente da Câmara Municipal de Vila do Conde confirmou a existência de 173 casos ativos no concelho, dizendo que a maior parte está concentrada na cidade.

Segundo dados da DGS, desde o início da pandemia foram registadas, em Vila do Conde, 496 pessoas infetadas com o novo coronavírus.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.