O emblema de Barcelos frisou que o técnico, de 50 anos, contratado neste verão para substituir Vítor Oliveira, está "totalmente recuperado da covid-19", tal como o treinador de guarda-redes, Miguel Matos.

Com a recuperação desses dois elementos, que cumpriram "quarentena obrigatória", a equipa técnica está agora completa, refere ainda a nota do emblema minhoto.

O plantel gilista espera agora a ‘luz verde' das autoridades de saúde para voltar a treinar em conjunto, no relvado, após ter sido colocado em quarentena obrigatória, devido aos casos de infeção detetados entre 11 e 13 de setembro, em 10 jogadores, cinco elementos da equipa técnica e restante estrutura do futebol e três pessoas alheias ao futebol profissional.

O Gil Vicente já adiantou, na terça-feira, que a receção ao Portimonense, relativa à segunda jornada do campeonato e agendada para as 16:00 de domingo, "não está em risco".

O embate com a turma de Portimão pode marcar a estreia dos ‘galos' na edição 2020/21 da I Liga, depois de o encontro da primeira ronda, com o Sporting, em Lisboa, previsto para as 18:30 do passado sábado, ter sido adiado para a semana entre 12 e 16 de outubro.

O jogo entre Sporting e Gil Vicente, duas equipas com casos confirmados de covid-19, foi o primeiro do principal campeonato português a ser adiado, depois das autoridades de saúde terem decidido "não estarem reunidas as condições necessárias" para a sua realização.

A pandemia de COVID-19 já provocou pelo menos 965.760 mortos e mais de 31,3 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.925 pessoas dos 69.663 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.