Num comunicado de quatro pontos, refere-se que "ambas as partes reuniram-se (hoje) no dia 2 de Dezembro e acordaram que a sua ausência nos trabalhos da equipa se mantenha até à realização do próximo jogo (...) com a Naval, de forma a permitir ao grupo profissional a total concentração nesse importante jogo que a equipa tem para disputar".

A Direcção do clube pacense esclarece que "após o jogo a situação será reavaliada" e que, "independentemente da decisão que venha a ser tomada, o caso está entregue ao departamento jurídico do Clube", o qual "irá agir em conformidade com as Leis Laborais e as normas explícitas no Regulamento Interno do FC Paços de Ferreira".

O novo caso disciplinar protagonizado por Cristiano, já depois de ter demorado bastante a regressar após as férias de Verão, está relacionado com a ausência injustificada ao treino de segunda-feira, marcado para as 10:00, e culmina uma série de episódios não condizentes com a carreira de um futebolista profissional.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.