Darwin reforçou a liderança dos melhores marcadores da I Liga com 26 golos ao apontar o único tento do Benfica diante do Marítimo, na 32.ª jornada da I Liga. Os Encarnados 'obrigam' assim o Sporting a ter de pontuar frente ao Gil Vicente para garantir o segundo lugar e acesso direto à Champions.  Os madeirenses jogaram com menos um durante muito tempo, já que Cláudio Wink foi expulso aos 42.

Nélson Veríssimo fez mais duas estreias na equipa principal do Benfica, ao lançar Sandro Cruz a titular e Tiago Gouveia no segundo tempo.

Veja as melhores imagens do jogo!

Estreia a titular e... golo madrugador do goleador

Com o terceiro posto garantido e o segundo a ser uma miragem (o Benfica está a oito pontos do Sporting, equipa que pode selar a Champions no domingo), Nélson Veríssimo fez várias alterações no onze Encarnado, também já a pensar no jogo da próxima jornada com o FC Porto.

Na semana em que soube oficialmente que não irá continuar no comando técnico das Águias (o Benfica confirmou negociações com Roger Schmidt), o técnico deu a titularidade ao jovem Sandro Cruz na lateral esquerda, ele que fez a sua estreia na equipa principal, tornando-se no quarto jogador lançado por Veríssimo, depois de Tomás Araújo, Henrique Araújo e Paulo Bernardo.

André Almeida e Gil Dias foram titulares, tal como Paulo Bernardo e João Mário. Grimaldo e Taarabt foram poupados para o clássico.

Numa tarde de sol nos Barreiros, com muito público (9.102 espectadores), o Benfica entrou praticamente a ganhar. Logo aos dois minutos, uma perda de bola e uma má abordagem de Zainadine abriu caminho para Gil Dias que rematou em arco, para defesa de Paulo Vítor. Na recarga, Darwin marcou e reforçou a liderança dos melhores marcadores com 26 golos, o 40.º da época em 34 jogos.

O Marítimo, que ainda pode sonhar com o 6.º posto (se ganhasse ao Benfica ficaria a três pontos do Vitória de Guimarães), respondeu de seguida, embora de forma ténue. Beltrame centrou com perigo, André Vidigal testou Vlachodimos aos 13 e Cláudio Wink tentou o golo do campeonato num remate acrobático aos 22, que serviu para animar os adeptos da casa.

A equipa de Vasco Seabra dava-se mal com a pressão do Benfica e sentida dificuldades em sair, com algumas perdas de bola na zona intermédia.

A tarefa dos madeirenses ficou mais complicada quando aos 42 minutos, Cláudio Wink teve uma entrada dura sobre Sandro Cruz e foi expulso com vermelho direto pelo árbitro Hélder Malheiro. Péssima abordagem do lateral do Marítimo.

Domínio sem golos no 2.º tempo

Com mais um e perante um adversário que pouco tinha incomodado, o Benfica acentuou o seu domínio no segundo tempo. Apesar de jogar com menos um, o Marítimo não mudou a sua abordagem, saindo sempre a jogar desde a sua defesa, com segurança e tentando o ataque sempre que havia possibilidade. Aos 58, André Vidigal centrou para um cabeceamento de Joel Tagueu que saiu por cima; aos 78 é Cléssio, lançado no segundo tempo, a testar Vlachodimos.

Mas o domínio era do Benfica, equipa que continuava a não acertar na finalização. Aos 50 minutos, Paulo Bernardo apareceu solto na área mas rematou muito mal, por cima. Aos 60 é João Mário a perder nova oportunidade, num remate acrobático após centro de Darwin.

Aos 72 minutos,  Gonçalo Ramos isolou Paulo Bernardo, o jovem médio caiu na área em lance com o guardião Paulo Vítor. O árbitro Hélder Malheiro considerou que houve simulação e mostrou-lhe amarelo.

Com o domínio total no encontro, Nélson Veríssimo promoveu mais uma estreia, com a entrada de Tiago Gouveia no lugar de João Mário. Gonçalo Ramos, Lazaro, e Meité também entraram, nos lugares de Sandro Cruz, Paulo Bernardo e Gil Dias.

Apesar de jogar com menos um, os madeirenses nunca desistiram do empate. Já nos descontos, Odysseas Vlachodimos teve de se aplicar para negar o golo a Alipour.

O Benfica vence assim pela segunda vez consecutiva o Marítimo nos Barreiros e chega aos 71 pontos e fica a cinco do Sporting, que só joga este domingo diante do Gil Vicente. O Marítimo mantém o 7.º posto com 37 pontos mas pode ser ultrapassado pelo Paços de Ferreira nesta ronda.

Os Encarnados somaram o oitavo triunfo nos últimos nove jogos diante dos Madeirenses.

Na próxima ronda o Benfica recebe o FC Porto na Luz.

Veja o resumo do jogo!

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.