Com uma estreia com o pé direito ao serviço do SC Braga, Custódio abordou a partida frente ao Portimonense.

Análise

"Penso que no geral fizemos um bom jogo. Na primeira parte a equipa esteve equilibrada e com boas dinâmicas. Acabámos o jogo com três bolas nos ferros e isso agradou-me bastante. Na segunda parte penso que podíamos controlar melhor o jogo, e eles queriam mais. Somos uns justos vencedores e realizámos um jogo condizente com a nossa qualidade."

Trincão ainda com a cabeça em Braga apesar de ter sido vendido ao Barcelona

"Está focadíssimo, joga com alegria e transmite isso à equipa. Estou satisfeito com todos os jogadores, qualquer um podia ter jogado, estes foram os escolhidos e estiveram bem."

Esquema semelhante ao apresentado por Rúben Amorim

"Já era parecido com o que fazia nos sub-17 em termos ofensivos. Regra geral vamos manter este sistema, claro que uma ou outra nuance vamos alterar, mas como disse na aprestação a generalidade é para dar continuidade. Continuidade aos sucessos e às vitórias atrás do nosso objetivo."

Estar no banco sem poder dar indicações

"A mensagem chega ao campo e isso é o principal. No banco viemos o jogo de outra forma, estamos mais condicionados, mas a informação chega e chegará aos jogadores, não será um problema".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.