“Os daltónicos confundem o vermelho com o verde. É verdade que o laranja tem o comprimento de onda muito próximo da cor vermelha e aí poderia suscitar confusão, mas a bola fica com uma tonalidade cinzenta, capaz de ser vista parada e mais ainda em movimento”, sustentou António Travassos.
"Apesar das nuances cinzas, os daltónicos conseguem ver perfeitamente a bola, parada e em movimento", acrescentou.

As declarações do responsável surgem no seguimento de uma notícia avançada hoje pelo jornal Correio da Manhã que fala sobre “um grupo de pessoas daltónicas” que se queixam de não conseguir acompanhar os lances nos espectáculos ao vivo e nas transmissões televisivas de encontros de futebol, por confundirem a cor laranja da bola com o relvado.

Perante a polémica, a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) admitiu hoje alterar a cor da bola oficial do campeonato português de futebol, que poderá surgir com cores mais claras já em Novembro.

Em declarações à agência Lusa, fonte da Liga de Clubes sublinhou que “se for comprovada essa necessidade a bola poderá mudar já em Novembro”, lembrando que “os clubes já estão a utilizar as bolas” fornecidas pelo fabricante alemão de equipamentos desportivos Adidas.

A mudança da cor dependerá em última instância de uma decisão da direcção da LPFP e a Adidas terá já tido conhecimento desta situação por parte da Liga de Clubes.

Ainda assim, a mesma fonte da Liga nota haver “campeonatos onde essa bola é usada, nomeadamente nos países nórdicos”.

A Jabulani [nome com que ficou conhecida a bola durante o Mundial da África do Sul em 2010] continua envolvida em polémica, depois de ter sido alvo de fortes críticas antes e durante o campeonato.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.