O treinador Daniel Sousa disse hoje esperar um FC Porto com o “orgulho ferido” pela derrota na ‘Champions’ e desejou um Gil Vicente com “personalidade” no Dragão, na 22.ª jornada da I Liga de futebol.

A equipa de Barcelos vem de um empate caseiro com o Vizela (1-1) e o FC Porto de uma derrota na Liga dos Campeões, diante do Inter, em Milão (1-0), na quarta-feira.

Na conferência de imprensa de antevisão, Daniel Sousa lembrou que esta derrota interrompeu “uma campanha de 22 jogos sem perder” dos portistas.

“Vem com o orgulho um pouco ferido, vai ter um estádio a acarinhá-los porque fizeram uma exibição que merece esse carinho, verdade seja dita. Vejo um FC Porto bastante completo, tem um estilo de jogo bastante objetivo, com uma variabilidade maior em relação ao passado, o que dificulta muito os adversários”, disse.

O treinador dos minhotos garantiu um Gil Vicente com a “mesma forma de estar”, com “personalidade” e que “não vai mudar o que quer que seja” diante de um FC Porto que, no seu reduto, para o campeonato, tem nove vitórias em 10 jogos (apenas uma derrota, com o Benfica, 1-0), além de ter a melhor defesa no campeonato (12 golos sofridos) e também em casa (cinco).

“É um registo impressionante, não só as vitórias, como os golos marcados e sofridos, e isso aporta um pouco mais de dificuldade para nós. Temos que ser estar no nosso melhor, as oportunidades que tivermos, temos que as aproveitar e não podemos conceder o mínimo. Na Taça da Liga, concedemos um golo aos dois minutos, numa desconcentração, que é uma das coisas que, contra uma equipa como o FC Porto, não podemos conceder”, disse.

Há cerca de dois meses, os gilistas jogaram no ‘Dragão’, mas na Taça da Liga, tendo saído derrotado por 2-0.

“São jogos completamente diferentes. Encaramos este como mais um jogo de elevada dificuldade, pelo adversário e por ser fora, mas a forma como o preparámos e os objetivos são sempre os mesmos. Esperamos um jogo de grande dificuldade, como têm sido todos nesta fase porque os pontos estão ‘caros’”, notou Daniel Sousa.

Krticiuk e Ali Alipour, lesionados, Vitor carvalho, castigado, e Carraça, emprestado pelos ‘dragões’, ficam de fora, mas estes impedimentos de jogadores importantes não preocupam o treinador.

“Temos tido baixas desde que cá estou e quando jogámos com o FC Porto para a Taça da Liga também tínhamos quatro baixas. Quem não está a ter oportunidades tem que mostrar que está preparado para a ter e quem tem sido chamado tem mostrado competência”, disse.

Daniel Sousa já passou pelo FC Porto como analista e reconheceu ter “um orgulho grande” por esse passado, mas disse querer criar “memórias especiais” agora no Gil Vicente.

Gil Vicente, 14.º classificado, com 23 pontos, e FC Porto, segundo, com 51, defrontam-se a partir das 20:30 de domingo, no Estádio do Dragão, no Porto, jogo que será arbitrado por Rui Costa, da associação do Porto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.