David Carmo falou pela primeira vez sobre a lesão grave contraída em fevereiro deste ano, num lance com Luis Díaz. O defesa-central do SC Braga considera que o jogador do FC Porto "não fez de propósito".

"Lembro-me perfeitamente do lance. Estava a tentar proteger a baliza, ele adiantou um pouco a bola e eu, numa decisão no momento, pensei que podia chegar... E podia. Tenho a certeza de que ele [Luis Díaz] não fez de propósito. No impacto, senti a minha perna contraída, agarrei-me logo a ela e quando olhei vi quase os pitões apontados para mim. Tenho tudo claro na minha memória, como a ajuda ou a meterem-me o pé no sítio... Ainda está tudo vivo aqui dentro", contou David Carmo na rubrica 'Perfil Guerreiro' da Next.

"Lembro-me de estar a caminho da ambulância, e estarem a dizer que podia ser só uma luxação. Eu perguntei logo se não jogava mais o resto da época, e tenho consciência que aceitei isso muito bem. Depois os exames revelaram a fatura dos dois maléolos. Felizmente estava tudo bem com os ligamentos. Começaram a sair as notícias que iam ser quatro meses. Eu acreditei. Houve situações na recuperação que ninguém estava à espera, mas tenho tentado ser positivo", acrescentou.

A fratura do tornozelo direito foi contraída a 10 de fevereiro de 2021, num jogo da Taça de Portugal frente ao FC Porto, na Pedreira. O lance resultou na expulsão de Luis Díaz, com vermelho direto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.