Jorge Jesus levou o Benfica ao seu 33.º título de campeão nacional. O técnico Encarnado não esteve no banco devido a castigo mas sofreu das bancadas até ao apito final de Castro Xistra, na vitória por 2-0 frente ao Olhanense. O treinador dedicou o título à família, adeptos, jogadores e ao presidente Luís Filipe Vieira.

"Nunca partilhei os meus êxitos com a família mas hoje quero partilhar com eles porque não foi fácil. Quero também partilhar este título com os meus jogadores, os adeptos e agradecer ao presidente que acreditou em mim desde a primeira hora. Esta vitória é também para ele", disse o técnico à Benfica TV.

Jesus teve de acompanhar o jogo longe do banco devido a castigo e não pode intervir no jogo como gosta. O treinador do Benfica explica como foi ver o encontro e não poder intervir.

"Ver o jogo [longe do banco] é muito complicado, tens uma sensação de perda, queres dar uma ordem ou corrigir aqui e ali e não consegues, não tens intervenção na ação em campo. Enervei-me muito por causa disso, senti-me impotente porque não conseguia entrar no jogo como faço", confessou Jesus, com sensação de dever cumprido pelo título conquistado.

"[o título] é para todos os benfiquistas, todos ambicionavam este título. Hoje a ansiedade era muita. No início da época disse que iríamos ser campeões porque sei do valor das pessoas que trabalham no Benfica, trabalhamos com os melhores e quando assim é, é mais fácil atingir os objetivos. Nunca perdemos o norte. É culminar de uma época, uma vitória de um presidente que tem mudado o Benfica em todos os sentidos, não só desportivamente. O Benfica hoje tem uma estrutura forte a nível das modalidades, é uma máquina de trabalho em que todos têm o mesmo objetivo. E é todos juntos que vamos continuar a estar", declarou Jesus, sublinhando também as dificuldades do clube esta temporada.

"Estamos todos juntos, temos de partilhar as alegrias. Este ano foi muito difícil para antigas glórias do Benfica, que perdeu Eusébio, Coluna. Tivemos situações delicadas com as lesões de Salvio, Sílvio... hoje o Salvio partiu o braço e será operado amanhã", lamentou o treinador à Benfica TV.

O Benfica venceu o Olhanense por 2-0 e conquistou o 33.º título de campeão de Portugal.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.