Perante o assédio europeu a Diomande e Gonçalo Inácio, o Sporting tem uma lista com vários nomes de defesas centrais em carteira: Joaquim, avança o jornal O jogo, é um deles. O jogador de 24 anos chegou ao Santos no verão passado oriundo do Cuiabá, equipa orientada pelo treinador português António Oliveira. O clube paulista pagou 3 milhões de euros por 60% do passe, sendo que a restante parte ainda pertence ao anterior clube.

O central, destro, é conhecido pelo bom jogo de cabeça (tem 187cm) e facilidade de remate. Aliás, foi através de um tiro do meio da rua que derrotou o Flamengo na 31.ª jornada do campeonato brasileiro, este fim-de-semana.

Segundo explicou o seu empresário em declarações ao jornal O Jogo, “o Sporting fez uma consulta, mas não foi o único clube. Outros quatro da Europa e também dois do Brasil demonstraram interesse”, disse Luís Carvalho, referindo ainda que este não é o melhor período para abordar o futuro do defesa.

“O Santos tem eleições [para a presidência] no dia 9 de dezembro, até lá não pode negociar nenhum jogador. Só depois de sabermos quem é o presidente e se pretende vender o jogador é que falaremos com os interessados”, acrescentou.

A Imprensa brasileira coloca ainda na rota do central os seguintes clubes: Flamengo, Krasnodar, Atalanta, Torino e Zenit.

Luís Carvalho, representante de Joaquim Henrique, revela ainda que recentemente o Santos recusou uma proposta do Krasnodar na ordem dos 9 milhões de euros. O defesa central tem contrato válido até dezembro de 2026.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.