O futebolista francês da Naval 1.º de Maio Godemèche, que na partida de domingo com o Marítimo sofreu uma fractura da órbita ocular esquerda, foi hoje reavaliado, não sendo necessário o recurso a intervenção cirúrgica.

O médio gaulês foi hoje reavaliado no serviço de cirurgia maxilo-facial do Hospital dos Covões em Coimbra, verificando-se melhoria clínica, não havendo necessidade de recurso a cirurgia, disse à Agência Lusa Pedro Santos, responsável clínico do clube.

“O jogador apresenta uma evolução muito positiva no quadro da lesão – fractura da órbita do globo ocular esquerdo -, pelo que não será necessário o recurso à intervenção cirúrgica em princípio equacionada”, referiu.

Godemèche, 26 anos, lesionou-se no domingo durante o encontro da oitava jornada da Liga, em que a Naval 1.º de Maio foi derrotada no Funchal pelo Marítimo (1-0), e não regressou com a equipa ao Continente.

O jogador ficou internado no Hospital do Funchal, onde foi submetido a TAC cranioencefálica e TAC à órbita do globo ocular esquerdo, no dia imediato foi novamente submetido a exames complementares de diagnóstico no Hospital dos Covões em Coimbra.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.