"Agora já pensamos na Europa. Pensamos jogo a jogo para chegarmos lá naturalmente. Se vencermos o Rio Ave garantimos desde já a manutenção e depois podemos pensar noutros objectivos", disse o jogador, em antevisão ao jogo com os vilacondenses.

O ex-futebolista do FC Porto pensa que a sua equipa irá procurar fazer um bom jogo, entrando concentrada na partida: "Vai ser um jogo difícil, mas temos de ir para cima deles desde o início".

Apesar de nos últimos jogos ter sido titular, "sacrificando" o companheiro Cris, Diogo reconheceu que "foi difícil entrar na equipa", mas admitiu que agora "as coisas estão a correr bem".

"Todos os jogadores são importantes e eu procuro melhorar em cada dia que passa. Trabalho sempre ao mesmo nível, esforçando-me ao máximo nos treinos", reiterou o médio criativo.

Diogo Gomes evitou fazer comparações entre o actual treinador, André Villas-Boas, e o técnico que começou a época no comando da equipa da Académica, Rogério Gonçalves, mas considerou que o actual é um "treinador de grande nível, cobrando muito nos treinos".

Em final de contrato com a "Briosa", o médio deixou o assunto "renovação" para o seu empresário, mas admitiu que gostaria de continuar em Coimbra e confirmou que existem conversações nesse sentido.

A Académica recebe o Rio Ave às 16:00 de domingo, no Estádio Cidade de Coimbra, numa partida que será arbitrada por Luís Catita, de Évora.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.