Dionísio Castro para além de empresário foi também atleta do Sporting. Foi nessa condição que, em entrevista à Rádio Renascença, se mostrou triste pelo rumo das negociações por Hugo:  "Falei com as pessoas do Sporting (…) ofereci o jogador e a partir daí não me disseram mais nada. Ao menos deviam ter-me dito se sim ou não".

Um dos entraves para esta trasferência se concretizar poderia passar pelo valor pedido pelo São Paulo para libertar o jogador. Dionísio Castro acredita que isso não será um problema, afirmando ainda que não será necessário o jogador recorrer à lei webster para se desvincular do clube: “O Hugo não vai precisar desta situação (lei webster). Ele tem formas de se desvincular do São Paulo. Por ser o jogador que é no clube, não acredito que lhe “cortem as pernas”.

O jogador esteve em destaque este fim-de-semana no campeonato brasileiro ao apontar o golo que deu a vitória ao São Paulo sobre o Sport Recife por 2-1.

No final da partida, Hugo, em entrevista à imprensa local, afirmou ter recebido uma proposta do Sporting para sair: "A proposta surgiu, mas ainda nada está resolvido. Vamos ver o que acontece mais para frente"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.