Na magna reunião, que contou com cerca de 100 sócios, o presidente aveirense Mário Costa informou que está em curso uma proposta mediada pelo presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, Fernando Gomes, para resolver este diferendo.

“Esta semana houve uma reunião com Fernando Gomes, que é nosso intermediário neste processo, e a direcção vai aguentar até terça-feira para que se esgote a última tentativa para resolver esta situação”, disse Mário Costa.

“Somos pessoas de luta, que acreditamos no diálogo, mas não podemos dar passos maiores do que a perna, o que quer dizer que não podemos ficar privados das receitas dos jogos”, acrescentou o líder do Beira-Mar.

Em causa está o pagamento de dívidas aos ex-dirigentes Artur Filipe e José Cachide, que penhoraram as receitas do clube, promovido esta temporada à Liga de futebol.

A assembleia, que promete uma decisão quanto à continuidade da direcção liderada por Mário Costa, ficou adiada para quarta-feira, altura em que os associados vão voltar a reunir-se para discutir o futuro do clube de Aveiro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.