Francisco J. Marques acusou o Benfica de mentir no "caso dos emails". O diretor de comunicação do FC Porto negou, nas redes sociais, que o clube azul-e-branco tenha sido intimado pela PJ.

"Não, o FC Porto não foi intimado e muito menos na sequência de qualquer queixa vinda da Luz. São mentirosos", escreveu na sua página no twitter, onde mostrou ainda um excerto de uma notícia de um jornal.

Alguns órgãos de informação, como a SIC Notícias e o jornal Record avançaram esta sexta-feira que o FC Porto tinha sido intimado pela Polícia Judiciária a não divulgar mais e-mails de forma pública, nomeadamente no canal do clube, como tem feito Francisco J. Marques. De acordo com as mesmas fontes, o FC Porto ficou obrigado a passar para a PJ novas informações que eventualmente venha a obter, caso contrário, estará a incorrer num crime.

Informações essas negadas por Francisco J. Marques.

O Record avançou mesmo que a decisão de a PJ de exigir aos ´dragões` toda a documentação veio na sequência de uma queixa do Benfica em abril junto do Ministério Público, num processo ao qual vêm sendo adicionados novos dados.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.