Bruno de Carvalho anunciou esta terça-feira, em conferência de imprensa em Lisboa, o fim da contenda judicial, iniciada com a providência cautelar para impugnar as eleições de dia 26 de Março. Admite alguma «tristeza», mas sente que a partir de hoje «tem uma nova missão».

«Foi-nos comunicada recentemente a decisão judicial de indeferimento da providência cautelar interposta, da qual discordamos. (…) Discordamos da decisão, mas acatamo-la», disse o ex-candidato, explicando que «o efeito prático de qualquer decisão quanto às questões de fundo muito provavelmente não ocorreria em tempo útil e de forma adequada à melhor defesa dos interesses do Sporting». E que «poderia no futuro vir a ser colocado em causa, com evidentes prejuízos para o clube».

Mesmo assim, Bruno de Carvalho não ‘baixa os braços’, não vê «nenhuma razão para deixar de defender este projecto» e que prosseguirá «sem desfalecimentos, não havendo acidentes de percurso que façam desistir». A próxima proposta passa por «uma alteração dos Estatutos» e uma «regulamentação eleitoral». E para isso não precisa de reunir com Godinho Lopes.

«Quando foi eleito, o Engenheiro Godinho Lopes tinha a equipa formada. A partir dai não há necessidade da minha presença. Eram projectos distintos», sublinhou.

Quando questionado sobre a entrada do FMI e o recurso à banca por parte do actual presidente do Sporting, um dos pontos apresentados em campanha, Bruno de Carvalho acredita «ter lido que não iriam recorrer a empréstimos da banca, mas de privados».

«As notícias são muitas, não consigo ler tudo, mas creio ter lido, creio, que já não iria recorrer à banca, mas a investidores privados. Se forem investidores privados, afinal o meu projecto não era assim tão mal pensado. O tempo é bom conselheiro, e com ele os sócios vão perceber a questão dos fundos», frisou.

Bruno de Carvalho perdeu as eleições à presidência do Sporting para Godinho Lopes, a 26 de Março, numa longa noite eleitoral que fica para a história. 360 votos separaram os candidatos, com o presidente a ser anunciado às 6h00 de dia 27 de Março

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.