O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol castigou o treinador do Sporting com seis dias de suspensão e uma multa de 3825€ na sequência da expulsão durante o clássico frente ao FC Porto, no sábado passado.

No mapa de castigos do Conselho de Disciplina pode ler-se que Rúben Amorim foi castigado por "lesão da honra e da reputação". "O agente foi considerado expulso porque abandonou a área técnica tendo-se dirigido para próximo da linha lateral contestando uma decisão da equipa de arbitragem gritando por diversas vezes: "Vão para o c……!" Após ter sido expulso, voltou a gritar: "Vão para o c……, isto é uma vergonha, vocês são uma vergonha!", refere o documento com base no relatório do árbitro Luís Godinho.

Recorde-se que Rúben Amorim foi expulso antes do intervalo, durante o jogo entre o Sporting e o FC Porto, da 4.ª jornada da I Liga. O técnico do Sporting protestou a decisão do árbitro Luís Godinho em reverter a grande penalidade que tinha assinalado a favor do Sporting, assim como o vermelho que tinha mostrado a Zaidu.

Depois de ser expulso, Rúben Amorim subiu até a Tribuna de Imprensa de Alvalade onde assistiu ao resto do jogo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.