Arouca e Rio Ave empataram a dois golos em partida da 13.ª jornada da Primeira Liga 23/24, num jogo com duas partes bem distintas.

Vindos de dois empates e três jogos sem perder, os vila-condenses estiveram melhor no primeiro tempo e saíram para o intervalo com dois golos de vantagem. Mas o Arouca, vindo de uma categórica vitória no Bessa que colocou fim a uma longa série de maus resultados, acordaram no segundo tempo e chegaram a um empate que lhes permite igualar um conjunto de equipas com 10 pontos na cauda da tabela.

O primeiro golo dos visitantes surgiu logo aos 5 minutos de jogo. Guga bateu um canto e, no seguimento de alguma confusão na área do Arcouca, a bola desviou nas costas de Boateng e sobrou para Santos, que finalizou. O 0-2 surgiu à passagem da meia-hora. Montero falhoua uma recepção e a bola sobrou para Joca, que lançou Boateng. O ganês driblou Arruabarrena e atirou para o fundo das redes.

A resposta dos anfitriões chegou no segundo tempo, logo a abrir. Aos 50 minutos, Sylla aguentou a pressão, combinou com Kouassi e assistiu Cristo González, que mesmo não acertando bem na bola, rematou a contar, relançando o jogo. O empate surgiu volvidos 12 minutos. Cristo González lançou Sylla, que serviu Jason ao segundo poste. O espanhol apareceu solto de marcação e encostou para o 2-2 final.

Com este empate, o Rio Ave chega ao 14.º lugar, com 11 pontos, apenas mais um do que o grupo de quatro equipas que se encontram igualadas na cauda da tabela, entre as quais o Arouca, 16.º, com 10 pontos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.