“As contas são fáceis de fazer, se ganharmos seremos primeiros. Conhecemos a forma de jogar do FC Porto, tem qualidade, mas nós temo-lo bem identificado. A minha equipa tem de mandar no jogo e para isso é preciso ter posse de bola. Quero um Braga forte, competitivo, agressivo. Estamos confiantes nesta altura e o jogo é para ganhar, seja no Dragão ou em qualquer lado”, disse Domingos Paciência, em conferência de imprensa realizada esta sexta-feira, no Estádio AXA, em Braga.

Domingos garantiu que, nesta altura, todos os jogos são importantes: "Toda a gente sabe da importância deste jogo da quarta jornada, assim como o de quarta-feira, frente ao Arsenal (para a Liga dos Campeões). O Braga joga sempre para ganhar e luta sempre pelos seus objectivos".

O técnico dos Guerreiros do Minho agradeceu o facto de André Villas-Boas, treinador do FC Porto, ter elogiado o seu trabalho e a sua equipa.

"Se ele o diz é sinal que está atento ao que o Braga está a fazer, ainda é muito cedo para determinar alguma coisa no campeonato. Ainda ninguém desceu e ninguém foi campeão. O que sabemos é que é uma boa oportunidade para ganhar terreno e vamos lutar por isso”, sublinhou.

Ontem, na conferência do FC Porto, Villas-Boas partilhou que Domingos era um dos seus ídolos de juventude nos azuis e brancos. Hoje, o ex-avançado e agora técnico dos bracarenses, agradeceu.

“Acima de tudo fico contente por aquilo que disse… e pelo bom gosto que tem”, disse a sorrir, fechando a conferência de imprensa.

FC Porto, líder com 9 pontos, defronta o Sporting de Braga, segundo com menos dois pontos, este sábado, às 21h15, no Estádio do Dragão, em jogo a contar para a quarta jornada da I Liga e com arbitragem de Pedro Proença.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.