O encontro da 13ª jornada só teve uma direcção, com os Dragões a atacarem o tempo todo e os sadinos a defenderem-se com unhas e dentes. O maior rival dos portistas não foi formação sadina mas sim a ineficácia que demonstraram durante os 90 minutos. No entanto, no momento de recuperar as bolas perdidas, o FC Porto foi sublime, com notas muito positivas para Moutinho e Guarín (hoje no lugar de Fernando).

Durante os primeiros quarenta e cinco minutos, o FC Porto atacou bastante, insistindo mais pelo lado esquerdo do relvado do estádio, e com cruzamentos para o coração da área, mas sempre sem sucesso. A formação orientada por Manuel Fernandes arrendou a grande área da casa dos azuis e brancos, tentando sempre os contra-ataques, mas sempre de forma atabalhoada e desconcentrada.

André Villas-Boas não orientou o jogo, pela primeira vez, por estar a cumprir castigo, deixando as funções para o seu adjunto Vítor Pereira.

Ao minuto 40, Fernando Belluschi, na conversão de um livre directo, à entrada da grande área, enviou a bola à trave.

O golo da equipa da casa chegou ao minuto 43, quando o árbitro Elmano Santos assinalou penálti por um contacto de Collin em Falcao. Na conversão, o avançado brasileiro Hulk não falhou e fez o único golo da partida.

Na segunda parte, mais do mesmo. FC Porto atacava (e muito) mas não marcava. Os 18.912 espectadores presentes assobiavam cada vez que a formação azul e branca efectuava um mau cruzamento ou perdiam a bola de forma inacreditável. O Setúbal apresentou-se mais atrevido do que no primeiro tempo, até porque a ineficácia portista assim o pedia.

Dia menos positivo para Falcao, que interrompeu a série de cinco jogos sempre a marcar nas partidas. Esta segunda-feira, o colombiano não contribuiu para o marcador.

A sorte esteve ainda do lado do FC Porto quando o Vitória de Setúbal falhou uma grande penalidade na repetição, bem sucedida, da mesma. Elmano Santos anulou a primeira tentativa pela "paradinha" de Jaílson.

Apesar da vitória magra e sem brilho, o FC Porto consegue manter-se invicto no campeonato e aumentar a distância para oito pontos para o segundo classificado, o Benfica.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.