Júlio César confessou que só não renovou antes com o Benfica por respeito a Ederson. O guarda-redes internacional brasileiro prolongou o seu vínculo com os "encarnados" por mais dois anos e, aos 36 anos, tudo indica que vai acabar a carreira na Luz.

"Preferimos 'segurar' a renovação porque podia mexer com a parte psicológica. O Benfica é um clube interessante, onde se pensa em tudo. No lugar do Ederson também ficaria um pouco triste se estivesse a jogar e o clube se mostrasse preocupado em renovar o contrato com o outro guarda-redes. Isto demonstra que todos têm um tratamento igual", disse o guarda-redes à BTV, frisando que este foi o "momento certo" para fazer o anúncio do acordo.

Para Júlio César, Ederson "fez jogos maravilhosos e foi um responsáveis pela campanha do Benfica" na caminhada para o tricampeonato. "É um garoto que merece e está em ascensão", atirou.

Ainda sobre o futuro, o guarda-redes de 36 anos sublinhou que quer vencer a Taça de Portugal, o único troféu que ainda não conquistou no Benfica.

"Quanto mais se ganha, maior a 'cobrança'. O adepto começa a ficar mal-acostumado [risos], especialmente quando se joga no Benfica. Espero que o Benfica seja penta e eu tetra, pois por agora sou bi. Ainda quero ganhar a Supertaça, que podemos conseguir já no verão, e a Taça de Portugal, que acho linda. Tenho de conquistar aquele troféu, é um dia especial, muito festivo, e quero jogar essa final", confessou o número 12 ´encarnado` à BTV.

Júlio César conta com duas Ligas e uma Taça da Liga com a camisola do Benfica.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.