Na Figueira da Foz, perante pouco público, numa noite fria, os vimaranenses perderam a oportunidade de se isolarem no sexto lugar, enquanto os locais desperdiçaram a ocasião para ficarem seis pontos acima da “linha de água”.

O Vitória de Guimarães segue no oitavo lugar, com os mesmos 24 pontos do Rio Ave, nono, enquanto a Naval 1.º de Maio é 12.ª, com 19.

Face a seis empates, a ronda 19 foi muito favorável a Benfica e Sporting de Braga, que se mantiveram separados por um ponto (49 contra 48), com vantagem dos “encarnados”, mas com um jogo a menos para os “arsenalistas”.

Sábado, o 17.º tento da prova do avançado paraguaio Óscar Cardozo, logo aos 10 minutos, permitiu ao Benfica vencer em casa, com mais dificuldades do que o previsto, o “lanterna vermelha” Belenenses por 1-0.

No dia seguinte, o Sporting de Braga respondeu com um triunfo caseiro por 2-1 sobre o Marítimo, graças a um tento do reforço de inverno Luís Aguiar, aos 81 minutos, num lance em que a bola chegou a andar fora do campo.

Antes, o camaronês Meyong adiantou os locais (51 minutos), apoiados por umas bancadas repletas, aproveitando a “borla” dada pela direção, e o angolano Djalma empatou (61).

De resto, apenas empates, o mais penalizador para o FC Porto, que, com o “nulo” em Matosinhos, face ao Leixões, penúltimo colocado, ficou a nove pontos do Benfica e oito do Sporting de Braga... que recebe na próxima ronda.

Por seu lado, e depois de quatro desaires em várias competições, o Sporting também não conseguiu melhor do que um “nulo” em Paços de Ferreira, suficiente para segurar o quarto lugar face ao empate da União de Leiria (3-3 na receção ao Vitória de Setúbal... de Manuel Fernandes).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.