O Sporting de Braga foi a primeira equipa a marcar, ao minuto 18, e Maranhão, perto do final da primeira parte, estabeleceu o empate no Estádio D. Afonso Henriques.

O primeiro golo nasceu de um livre de Luís Aguiar e depois de se gerar muita confusão na grande área de Nilson apareceu Alan que só teve de encostar a bola.

Quando o banco de Braga celebrava o golo de Alan, um adepto presente na bancada atirou um telemóvel e este acabou por atingir a cabeça de um técnico-adjunto de Domingos Paciência.

Em vantagem no terreno do rival, o Braga ainda teve mais três excelentes oportunidades de dilatar o marcador, com Lima (34’), Matheus (41’)  e Luís Aguiar (47’) como protagonistas.

Aos 44 minutos, os adeptos do Vitória de Guimarães celebraram o golo de empate como se tratasse do golo da vantagem. Num livre de Bruno Teles para a área, a defesa de Braga aliviou a bola para Maranhão e o brasileiro, com um remate colocado, bateu Felipe.

Como num dérbi minhoto tudo acontece, Alan, o autor do golo de Braga, foi expulso por agressão a João Alves antes do intervalo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.