O Grupo Comercializador Concláve, que tem sido acusado de financiar o Cártel de Juárez, está agora a ser associado ao FC Porto no México.

Segundo escreve esta quarta-feira o jornal A Bola na sua edição digital, com base num trabalho do portal mexicano Aristegui Noticias, o FC Porto terá pago comissões em negócios de jogadores no México à empresa em questão.

A referida fonte alude às contratações de Diego Reyes, Jackson Martínez e Héctor Quiñones, embora saliente que o FC Porto não tinha forma de saber da ligação do grupo em questão ao Cártel de Juárez.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.