Jesualdo Ferreira era um treinador satisfeito no final da partida do Braga com o Paços de Ferreira, que terminou com a vitória arsenalista por 2-0 no primeiro jogo da Liga 2013/14.

«Foi a estreia que queríamos. Era importante começar bem, dar imagem do nosso coletivo, da nossa qualidade. É fundamental conquistar confiança para os próximos jogos. Era importante também por termos defrontado um adversário que está no playoff da Liga dos Campeões. Era uma oportunidade para nos aproximarmos dos nossos adeptos. Eram três pontos fundamentais. A exibição teve momentos bons, e outros em que não fomos tão bons. Tivermos um percalço ao intervalo, com a saída do Paulo Vinícius, mas a equipa não oscilou», afirmou o técnico da equipa bracarense no flash-interview da SportTV.

Uma das opções de Jesualdo Ferreira que chamou a atenção foi a colocação de Alan a extremo, depois de o brasileiro ter sido utilizado como médio interior em quase toda a pré-temporada. 

«Assentámos o nosso trabalho sobre uma estrutura tática que mantemos, mas chamámos uma série de jogadores com experiência, com vários anos de Sp. Braga. Sobre ela fizemos um trabalho para criar um sistema que desse força coletiva à equipa. Nesse processo todos os jogadores participaram, e temos quinze ou dezasseis soluções. A equipa já tem algumas soluções táticas importantes, mas ainda estamos a começar num bom momento», frisou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.