Duas horas e quinze minutos depois do FC Porto-Nacional, é agora a vez de o Benfica visitar o Feirense com a ‘batata quente’ nas mãos, em jogo da 24.ª jornada da Primeira Liga. Na jornada anterior, tinha sido a equipa de Rui Vitória a entrar primeiro em ação (venceu o Chaves por 2-1), com a resposta dos ‘dragões´ a surgir dois dias depois (triunfo no Bessa). Agora, se a formação de Nuno Espírito Santo vencer os insulares, sobe provisoriamente à liderança do campeonato, colocando a pressão do lado dos ‘encarnados’, que só entram em ação às 20h30 de sábado.

As ‘águias’ chegam a Santa Maria da Feira depois da vitória suada na primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, e com a viagem a Dortmund para a Liga dos Campeões no pensamento. Será por isso mesmo que o técnico procurará fazer alguma gestão do plantel tendo em vista o difícil encontro na Alemanha. Apesar dos bons resultados – seis vitórias nos últimos seis encontros -, a equipa lisboeta tem realizado exibições mais mornas que o habitual – assim foi frente a estorilistas e flavienses – e a verdade é que este Feirense não pode ser encarado de ânimo leve.

A equipa de Nuno Manta, que na época passada dava cartas na Segunda Liga, está a fazer uma campanha marcada por alguns altos e baixos, mas suficiente para garantir a presença no principal escalão do futebol português na próxima temporada. Atualmente na 13.ª posição com 26 pontos, o Feirense chega a este encontro depois de um nulo com o Nacional, com a última vitória a ocorrer frente ao Tondela, três jornadas antes. A goleada na Luz, na primeira volta, já lá vai – na altura o treinador era José Mota – e é preciso não esquecer que esta equipa já conseguiu roubar pontos ao FC Porto (1-1) na Taça da Liga. Estando longe da dimensão (e da dificuldade) de um Dortmund-Benfica, todos sabemos como as equipas ditas ‘pequenas’ gostam de fazer das suas e este Feirense certamente não será exceção.

“É uma equipa que mudou de treinador, que tem feito um desempenho muito bom. Veio de escalão abaixo e soube manter a organização, mesmo com percalços nos resultados. Com o novo treinador teve estabilidade e quero dar uma palavra de apreço ao treinador por já ter feito mais de metade dos pontos que têm. Sabemos que vai ser uma equipa que nos irá dificultar a vida. Agora, nós vamos à Feira com a convicção natural para ganhar”, afiançou Rui Vitória.

O duelo deste sábado marca o regresso de André Almeida ao onze, em substituição de Nélson Semedo, que na última jornada viu o quinto cartão amarelo. Fejsa, que esteve a contas com uma lesão no tornozelo esquerdo, foi poupado pelo treinador para poder regressar na máxima força já na Champions. A grande dúvida, uma vez mais, volta a residir em Jonas. Na passada terça-feira, tudo apontava para que o avançado brasileiro regressasse à titularidade, até porque está prestes a atingir a marca de 100 jogos de águia ao peito, mas a lesão na cervical falou mais alto e o jogador acabou por ser relegado para a bancada. E pegando no que disse Rui Vitória esta sexta-feira, parece que o ‘suspense’ manter-se-á até ao último momento. Não havendo Jonas, haverá sempre Mitroglou, que está a atravessar um excelente momento de forma - são já nove golos apontados nos últimos seis jogos.

O grego, contudo, não é a única dor de cabeça do Feirense, pelo menos na opinião do seu treinador. “Não podemos estar focados apenas em Mitroglou, temos de pensar em todos os jogadores do Benfica. Tem feito golos também porque toda a equipa trabalha para que isso aconteça”, notou Nuno Manta, na antevisão do encontro. O médio Luís Aurélio, que terá de cumprir um jogo de castigo, é baixa para o encontro no Estádio Marcolino de Castro, que, de resto, terá casa cheia, apesar dos protestos pelo elevado preço dos bilhetes.

O Feirense-Benfica está marcado para as 20h30 de sábado e terá arbitragem de Artur Soares Dias, da Associação de Futebol do Porto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.