Minutos antes do apito inicial do clássico da I Liga, entre o FC Porto e o Sporting, os jogadores portistas alinharam-se para mostrar uma faixa em homenagem a Alfredo Quintana: "Eterno Quintana", podia ler-se.

Depois, todos os jogadores das duas equipas juntaram-se no meio campo e cumpriram um minuto de silêncio.

Algumas cadeiras das bancadas tinham cartolinas bancas com o nome e número (1) de Alfredo Quintana.

O guarda-redes de andebol do FC Porto e seleção portuguesa morreu esta sexta-feira, aos 32 anos, após sofrer uma paragem cardiorrespiratória na segunda-feira, durante o treino dos 'azuis e brancos', ao serviço dos quais conquistou seis campeonatos, uma Taça e duas supertaças.

Entretanto, e durante todo o dia, pessoas que quiseram despedir-se do guarda-redes foram deixando camisolas, cachecóis, velas, fotografias, que coloriram a entrada do pavilhão com as cores azuis e brancas.

Acompanhe todas as incidências do clássico no SAPO Desporto

*artigo atualizado às 20h35 com mais informações

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.