Na conferência de imprensa que serviu para anunciar publicamente a demissão do cargo de treinador do Sporting, Paulo Bento adiantou que este foi o fechar de um ciclo: "Acabou um ciclo que durou quatro anos e mais algumas semanas. Um ciclo que eu considero que foi positivo, que teve durante esses ciclo momentos complicados, mas que faltou durante o grande objectivo que era ser campeão nacional”

O ex-técnico do Sporting adiantou ainda que devia ter saído no final da época passada: "Tive quatro meses a mais no Sporting. Não estou arrependido, mas tenho a clarividência necessária para perceber que não foi a melhor decisão na altura. Tomei-a  mais com o coração do que com a razão".

Quanto à decisão de sair do Sporting, o treinador revelou que já a tinha tomado antes do jogo de ontem com o Ventspils: "O  jogo e o resultado de ontem nada teve a ver com a minha tomada de decisão. Via que estava a caminhar para um beco sem saída, não tanto por mim mas pelos jogadores e pelo Sporting".

Paulo Bento disse que sairia sozinho do Sporting e quanto ao seu futuro adiantou que não pretende, até ao final da época, treinar qualquer clube: "Em primeira instância vou ser motorista das minhas filhas, fazer exercício e estar com os amigos. Não penso sequer em trabalhar até ao final da temporada, é o desejo que tenho".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.