Num jogo com quatro golos na segunda parte, depois de um nulo ao intervalo, o Estrela da Amadora recebeu e venceu no Estádio José Gomes o Boavista, em partida da 13.ª jornada da Primeira Liga 23/24.

O conjunto tricolor vinha de três jogos sem ganhar na prova, mas regressou assim aos triunfos, igualando na tabela, com 154 pontos, o Boavista, que assim deu seguimento a uma incrível série de maus resultados: foi a quinta derrota consecutiva dos axadrezados na competição e o oitavo jogo sem conhecer o sabor da vitória.

Depois de uma primeira parte sem golos, mas em que foi mais perigoso e viu mesmo um golo ser-lhe anulado, o Estrela da Amadora ganhou vantagem a abrir o segundo tempo. Cruzamento de Ronald para a entrada da área onde apareceu Leo Jabá a rematar de primeira, a surpreender e a bater João Gonçalves.

Só que o Boavista reagiu e à entrada para o quarto de hora final chegou ao empate. Canto de Salvador Agra, Makouta cabeceou, a bola sobrou para Martim Tavares e este, de pé direito, atirou para a igualdade.

Igualdade que, contudo, não durou muito tempo. Volvidos apenas quatro minutos, Abascal em lance infeliz fez um autogolo. Canto batido por Jean Felipe, Erivaldo Almeida ao primeiro poste tentou atacar a bola, mas esta acabou por desviar em Abascal e entrar dentro da baliza axadrezada, recolocando o Estrela na frente.

E minutos mais tarde os amadorenses resolveram mesmo a questão. Regis trabalhou bem na direita, cruzou para a área onde Kikas finalizou com um remate de primeira, forte e sem hipótese para o guarda-redes forasteiro.

Com este triunfo, o Estrela sobe ao nono lugar, com 15 pontos, os mesmos do Boavista, que desce ao 10.º posto. Com 15 pontos segue também o Farense.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.