O antigo internacional português António Simões afirmou esta quarta-feira que Eusébio foi o melhor jogador de sempre do futebol luso, considerando mesmo que «nem vale a pena discutir ou fazer comparações» com outros futebolistas.

O antigo avançado e "capitão" benfiquista, que falava à margem do jantar comemorativo do 40.º aniversário da festa de homenagem ao "Pantera Negra", reavivou a recente discussão em torno de quem seria o melhor jogador português de sempre, não deixando quaisquer dúvidas quanto à sua preferência.

«Faz hoje [quarta-feira] 40 anos que o Eusébio teve a sua primeira homenagem, muitas vieram a acontecer, todas elas justíssimas, porque, na minha opinião, ele foi, de facto, o melhor de todos. Não vale a pena discutirmos isso. Recentemente houve essa discussão e comparação, mas não faz nenhum sentido. Ele foi o melhor», disse António Simões.

O jantar de homenagem a Eusébio, que ocorreu na noite desta quarta-feira num restaurante no Estádio da Luz, contou com a presença do próprio "Pantera Negra", do presidente "encarnado", Luís Filipe Vieira, e de vários jogadores da equipa que conquistou o tricampeonato nacional, entre 1970/71 e 1972/73.

«Quero agradecer esta singela homenagem e aos meus colegas. Estou comovido, porque não via muitas destas caras há muitos anos. Muito obrigado por estarem aqui», começou por dizer Eusébio, atualmente com 71 anos, antes de solicitar aos presentes um minuto de silêncio, em memória dos colegas já falecidos.

Por seu lado, Luís Filipe Vieira enalteceu a importância das antigas "glórias" do Benfica e referiu que tudo irá fazer «para continuar a preservar os valores do clube».

«Há 40 anos, não esperava estar aqui, ao lado de todos vós, que marcaram a história deste clube. Como presidente, cabe-me preservar os valores. Unidos podemos ultrapassar serras que nos possam aparecer. Tudo irei fazer para continuar a preservar estes valores», realçou.

O presidente benfiquista aproveitou ainda a ocasião para fazer uma curta referência à equipa de futebol do clube e ao técnico Jorge Jesus: «Demos todas as condições ao nosso treinador e temos competência para entrarmos em cada jogo para ganhar».

O encontro da noite desta quarta-feira juntou 17 antigos jogadores das "águias", entre os quais António Simões, Humberto Coelho, Nené, José Henrique, Artur Jorge, Toni, Shéu e Artur Correia.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.