Apesar de não ter corrido da melhor forma para a selecção colombiana, que perdeu 2-1 frente à selecção da Venezuela, o avançado colombiano que actualmente veste a camisola azul e branca mostrou que também está em boa forma, tal como Farías, e que poderá ter lugar no plantel, cada vez mais mais dificil de conquistar devido ao grande número de opções, na frente de ataque do FC Porto.

Para já, Farías tem sido mais utilizado, devendo mesmo alinhar na constituição da equipa para o arranque da nova época da Superliga, mas Radamel Falcão, que já participou em quatro jogos da pré-temporada, vai por o treinador Jesualdo Ferreira a praticar muita rotatividade na frente azul e branca para chegar a uma decisão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.