Fernando Gomes, figura histórica do futebol português, faleceu este sábado, aos 66 anos. O 'bibota' combatia há desde 2019 um cancro no pâncreas, tendo entrado em outubro numa unidade hospitalar do Porto após ter sofrido um AVC.

"É com enorme tristeza e consternação que o Futebol Clube do Porto anuncia o desaparecimento de um dos nomes incontornáveis da sua história. Fernando Gomes, Bibota de Ouro e maior goleador de azul e branco, faleceu este sábado aos 66 anos vítima de doença prolongada", pode ler-se numa nota de pesar publicada no site oficial do FC Porto.

A nota inclui ainda uma breve biografia do antigo jogador.

"Nascido em novembro de 1956 na freguesia de Campanhã - bem perto do Estádio das Antas -, Gomes começou a representar o clube que o apaixonava enquanto adolescente. Colecionou golos e títulos ao longo de um curto percurso nas camadas jovens que rapidamente se transformou noutro ainda mais produtivo no futebol sénior.

Estreou-se na equipa principal do FC Porto logo aos 17 anos. Com apenas 20, sagrou-se melhor marcador da Liga pela primeira de seis vezes e revelou-se decisivo para o quebrar de um jejum que durava há quase duas décadas.

Cinco vezes Campeão Nacional, uma Campeão Europeu, vencedor de três Taças de Portugal, outras tantas Supertaças Cândido de Oliveira e uma Europeia, foi figura de proa na afirmação dos Dragões dentro e fora de portas.

Distinguido com duas Botas de Ouro que o coroaram como o melhor artilheiro da Europa em 1983 e 1985, foi dono e senhor da camisola 9 e da braçadeira portista nas décadas de 70 e 80.

Vinte anos, 452 jogos e 355 golos depois viria a dar por terminada uma carreira dourada longe da Invicta. A experiência nos relvados e na liderança do departamento de prospeção deram-lhe bagagem mais do que suficiente para assumir o cargo de Diretor da Formação dos Dragões, cargo que manteve até ao último dia apesar dos problemas de saúde.

Entre o primeiro Dragão de Ouro de Futebolista do Ano - entregue na edição inaugural dos prémios - e o de Dirigente do Ano - atribuído em finais de 2021 -, o Bibota nunca perdeu o Norte nem a paixão pelo FC Porto.

O FC Porto está de luto pela perda de uma das maiores figuras da sua história e endereça as mais sentidas condolências à família, aos amigos e a todos os admiradores de Fernando Gomes", pode ler-se.

Formado nas escolas dos dragões, Fernando Gomes e é, até hoje, o melhor marcador da história do FC Porto. Gomes ainda representou clubes como o Sporting Gijón de Espanha e Sporting CP, clube onde terminou a carreira em 1991.

Os leões também já reagiram ao desaparecimento de Fernando Gomes, através das suas redes sociais.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.