O FC Porto goleou, esta quarta-feira, o Estoril por 4-0 no encontro da primeira jornada do campeonato português, disputado no Estádio do Dragão com 48 mil pessoas a assistirem à boa estreia dos azuis e brancos na sua versão 2017/18.

FC Porto-Estoril: Soares e Aboubakar no onze titular
FC Porto-Estoril: Soares e Aboubakar no onze titular
Ver artigo

A inclusão de Tiquinho Soares no onze titular do FC Porto contra o Estoril-Praia foi a principal novidade na equipa de Sérgio Conceição. O técnico portista não pôde contar com os defesas Layún e Rafa, mas reeditou a dupla Soares-Aboubakar, depois de algumas dúvidas em relação à condição física do avançado brasileiro.

A equipa de Sérgio Conceição entrou muito forte na partida, com muita intensidade, com e sem bola. e o Estoril foi-se aguentando como podia.

Aos 16 minutos de jogo, Aboubakar colocou a bola na baliza, finalizado com o calcanhar, mas o árbitro anulou o lance ao avançado do FC Porto por posição irregular.

Pouco depois da meia-hora, uma contrariedade para Sérgio Conceição: Soares teve mesmo de sair por lesão. Moussa Marega foi o escolhido para entrar no lugar de Tiquinho e revelou-se um suplente muito valioso.

O número 11 do FC Porto precisou apenas de três minutos em campo para fazer o primeiro golo da época para o FC Porto após um disparate de Mano, jogador do Estoril, que praticamente ofereceu o golo à equipa adversária.

Hugo Miguel voltou a anular outro golo aos Dragões, desta vez a Corona, e novamente por fora de jogo.

No segundo tempo, Brahimi abriu o caminho para a goleada portista aos 54 minutos numa jogada de insistência, com a bola a circular por Oliver, Alex Telles até chegar ao argelino, que rematou para o segundo da noite.

Pinto da Costa assistiu ao FC Porto-Estoril no Dragão
Pinto da Costa assistiu ao FC Porto-Estoril no Dragão
Ver artigo

O FC Porto continuava a ser dono e senhor do jogo, com Pinto da Costa a assistir nas bancadas,  e Marega bisou para o 3-0 num cabeceamento certeiro depois de uma grande jogada por parte de Oliver, um dos melhores em campo.

O quarto golo da equipa da casa foi primeiramente invalidado pelo assistente de Hugo Miguel, mas validado posteriormente pelo recurso ao vídeo-árbitro. Marcano subiu bem de cabeça e marcou, confirmando a goleada. Antes do central espanhol marcar, a equipa de arbitragem tinha anulado outro - o terceiro - à equipa portuense.

Um excelente pontapé de saída da equipa portista no campeonato que agora começa, dando garantias de muita intensidade nas próximas partidas. Marega e Oliver em excelente plano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.