Os tetracampeões encabeçam um lote de mais sete equipas, todas com um auto-golo: Leixões (Benitez foi o autor), Paços de Ferreira (Ozeia), Nacional (Aurélio), Benfica (David Luiz), Leixões (Hugo Morais) e Belenenses (Diakité).

O primeiro auto-golo do FC Porto nesta temporada foi logo na primeira jornada, na visita ao Paços de Ferreira, com Fucile, aos 12 minutos, marcar com as costas e os "dragões" a perderem dois pontos, depois do empate 1-1.

Na terceira jornada, Rolando marcou na própria baliza no jogo com a Naval 1.º de Maio, na Figueira da Foz, mas não colocou em causa a vitória do colectivo de Jesualdo Ferreira por 3-1.

No domingo, no Estádio dos Barreiros, aos 29 minutos, Rolando voltou a ser infeliz e a introduzir a bola na baliza defendida por Helton, dando a vitória ao Marítimo.

Com o golo do defesa central, o único jogador da Liga com dois auto-golos, o FC Porto perdeu um ponto e averbou a segunda derrota no campeonato à décima jornada, somando agora os portistas tantos desaires quantos os acumulados em toda a Liga anterior.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.