O FC Porto informou esta sexta-feira que “satisfez o pedido” da Polícia Judiciária e entregou “toda a documentação disponível” relativa ao caso dos e-mails, que, alegadamente, relatam casos de influência do Benfica sobre o setor da arbitragem.

“O FC Porto informa que, através do seu Diretor de Informação e Comunicação, satisfez o pedido da Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária e entregou-lhe toda a documentação disponível em suportes originais do denominado dossiê e-mails de e para o Benfica”, informa o clube portuense no seu sítio oficial na Internet.

O diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, revelou na quarta-feira a alegada partilha de mensagens de telemóvel do atual presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, na altura em que presidiu à Liga de clubes, entre o diretor de conteúdos da BTV, Pedro Guerra, e o ex-presidente da Assembleia-Geral da Liga Carlos Deus Pereira.

O responsável dos ‘dragões’ já tinha revelado mensagens de correio eletrónico de responsáveis do Benfica, casos de Paulo Gonçalves e Luís Filipe Vieira, sobre árbitros e delegados da Liga de clubes e também com o seu ex-presidente Mário Figueiredo, invariavelmente, acusando os ‘encarnados’ de influência sobre os árbitros.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.