O FC Porto pode realizar neste verão o seu maior encaixe financeiro no mercado de transferências, quebrando o recorde de cerca de 72 milhões de euros conseguidos em 2004, após a conquista da Champions.

A possível venda de Hulk, muito cobiçado por alguns dos maiores clubes europeus, é o mote para mais uma capitalização dos cofres portistas, com a cláusula de rescisão do 'Incrível' a atingir os 100 milhões de euros. Mesmo deixando o Dragão por uma verba inferior a esta quantia recorde, Hulk deve superar os 40 milhões registados em 2011 com a venda de Radamel Falcao ao Atlético de Madrid.

Por outro lado, o FC Porto já encaixou cerca de 11 milhões de euros com a saída de Guarín para o Inter, mas outros nomes estão na calha para proporcionar receitas aos dragões, nomeadamente Rolando ou Alvaro Pereira.

Em 2004, o emblema azul e branco brilhou no mercado com as vendas de Ricardo Carvalho, Deco, Paulo Ferreira, Alenitchev e José Mourinho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.